"Sem mais, a vida vai passando no vazio
Estou com tudo a flutuar no rio
esperando a resposta ao que chamo de amor".

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

desejos

.
Meus olhos não mentem,
eles adicionam prazeres e segue
diante de tantas confissões,
de tantos zelos descuidados.
É coragem dilacerada,
emenda de sonhos desfeitos
fincada em panos mortos
destinados à escuridão.
.
Verde é bem precioso
que me dói mesmo quando cega;
posto escondido
num canto que é só nosso,
num buraco profundo
de gritos e destroços
de faltas amargas
e desejos singulares.
.
Ainda tenho pressa
de te rever em meus pensamentos
e nos encontrarmos bem.
Pelo menos bem.
.
O que chamam de amor
transformou-se em nada
e o queremos
mesmo assim.
.
A falta que o outro faz
deixou de existir nos passos
pra continuar na caminhada.
.

com saudades doridas,
Hanna Sales.



5 comentários:

Edimar Suely disse...

Olá,

Passando para conferir as 9dades, matar as saudades e desejar uma linda terça feira e muita paz em sua vida.

Amei sua poesia.

Smack!

Edimar Suely
jesusminharocha2.zip.net

Pitango disse...

Os últimos versos são comoventes. *_*

Bjo
Pitango

Simplesmente Outono disse...

Tenho certeza de que NUNCA vai passar. Pelo menos não em NOSSO caso. Acredito que vivemos algo muito próximo, bem parecido.
Adoro ler a tua verdade que muitas e muitas vezes é também a minha. E me encontrar em outras linhas que não as que já conheço é magnífico. Não resta dúvida que encontro-me em outras palavras, as tuas.
Uma quinta-feira na medida do nosso possível.
Com todo carinho que tenho por ti.
Eu, Simplesmente Outono.

Simplesmente Outono disse...

Procurei algum contato seu aqui e não encontrei. O blog tem algum e-mail?
Eu, Simplesmente Outono.

Manú disse...

"O que chamam de amor
transformou-se em nada
e o queremos
mesmo assim".
.
"A falta que o outro faz
deixou de existir nos passos
pra continuar na caminhada".

Forte. MUITO FORTE!!!

Menina de Deus....não tinha lido essas suas poesias ainda.
Assim você me mata.

Gi, Tudo de lindo.
Bjo no coração querida.