"Sem mais, a vida vai passando no vazio
Estou com tudo a flutuar no rio
esperando a resposta ao que chamo de amor".

domingo, 1 de março de 2009

80

Se afastaram porque a Vida quis assim, não tinham motivos maiores para estarem juntos: ele, covarde assumido, ela, sonhadora compulsiva. Nada era a palavra corriqueira e não-verdadeira entre eles.
As músicas feitas juntas e para eles não mais faziam sentido e estavam obsoletas nas gavetas, nos armários e nos corações.
Há algo obsoleto no coração? Não sei...
Se tudo fosse diferente eles certamente seriam e estariam felizes hoje.
Não querem se encontrar e quando conversam é só para se atacarem de alguma forma.
Talvez a imaturidade juntamente com o egoísmo dele sejam maiores do que algo que poderia ser lindo.
Esperança nunca houve, nem de um lado nem de outro. 'Esperança para quê???'
Até que as frases sinceras chegam e os afastam por motivos óbvios:
- Tenho nojo de sua triste nova condição de vida.
- Não sei se nossa amizade vale a pena. Acho que não vale.
Eles não esperavam ouvir isso de cada um. Principalmente ela, que nunca diria para ele que ele não vale a pena.
E, assim, por estarem unanimamente magoados, melhor não se falarem nunca mais. NUNCA MAIS.

6 comentários:

guianafrancesa2005 disse...

1 de janeiro a 1 de março/09 = 2 meses

Anônimo disse...

A vida precisa de suas exeções, nao da pra levar tudo a ferro e fogo, há muitas coisas que deixamos de viver por deixar nossas crenças pessoais, nosso ego nos levarem. Nao sou um sabio da vida, sou só alguem que vê a situação do lado de fora, claro sem entender a individualidade de cada um, entender não, compreender, mas sou um espectador que observa aquilo que deixam transparecer e o que mais transparece é a procura de barreiras e alegações para dizerem que naum tem mais ligação, eu acredito e guardo até hoje aquele elo que formei com a turma de preto, acho que naum existe pretexto ou qualquer outra coisa pra dizer que isso acaba, talvez tenha deixado de existir em fatos, mas na lembrança e no coração, ninguem apaga, tudo o que está registrado no coração nao se apaga, mas perseguimos aquilo que queremos e isso só cabe ao espectador respeitar. O que desejo é felicidade e para isso as vezes temos que abrir mão, nao sei exatamente do que, mas temos. Uma história contada em duas versões "a minha e a dele" realmente vai continuar nessa espiral, ela poderia ter tido uma unica versão "a minha e a dele". Não se recupera o tempo perdido, mas o futuro ainda nem aconteceu... Como disse não sou sabio, apenas um espectador que assiste a historia observando aquilo que mais transparece.

Anônimo disse...

A vida precisa de suas exeções, nao da pra levar tudo a ferro e fogo, há muitas coisas que deixamos de viver por deixar nossas crenças pessoais, nosso ego nos levarem. Nao sou um sabio da vida, sou só alguem que vê a situação do lado de fora, claro sem entender a individualidade de cada um, entender não, compreender, mas sou um espectador que observa aquilo que deixam transparecer e o que mais transparece é a procura de barreiras e alegações para dizerem que naum tem mais ligação, eu acredito e guardo até hoje aquele elo que formei com a turma de preto, acho que naum existe pretexto ou qualquer outra coisa pra dizer que isso acaba, talvez tenha deixado de existir em fatos, mas na lembrança e no coração, ninguem apaga, tudo o que está registrado no coração nao se apaga, mas perseguimos aquilo que queremos e isso só cabe ao espectador respeitar. O que desejo é felicidade e para isso as vezes temos que abrir mão, nao sei exatamente do que, mas temos. Uma história contada em duas versões "a minha e a dele" realmente vai continuar nessa espiral, ela poderia ter tido uma unica versão "a minha e a dele". Não se recupera o tempo perdido, mas o futuro ainda nem aconteceu... Como disse não sou sabio, apenas um espectador que assiste a historia observando aquilo que mais transparece.

Anônimo disse...

ai, Davi,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Tiago Moreira disse...

Desencantos, desencontros, sempre deixam cicatrizes e ensinamentos. Se a diferença é maior do que a sintonia então é melhor seguir o velho ditado... antes só do que mal acompanhado.

Espero que fique bem, Atriz.

Beijos.

Anônimo disse...

Deverias ter colocado um "P.s: meu ponto de vista"... Acho que terias sido mais justa. Beijos!!!