"Sem mais, a vida vai passando no vazio
Estou com tudo a flutuar no rio
esperando a resposta ao que chamo de amor".

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Lero-lero-té-té-té

Fiz outro blog pra mim, mas não está disponível. É pra quando eu estiver cansada de falar com o meu espelho, eu falar com as mãos, no caso aqui, digitar os tantos pensares que sobrevoam meu pequeno cérebro.
Tantas indagações sem rumo.
Indagações que acredito que se eu fosse levar para os psicólogos, faria com que eles rasgassem seus diplomas.
É, minha gente, o negócio é loco!
Pergunto pra mim mesma porque as pessoas não têm uma opinião condizente com as que penso. Tá certo, todos pensarão diferente, talvez semelhante, mas mesmo assim espero um dia encontrar alguém que me entenda.
Se falo do que estou passando, só as pessoas sensíveis e que um dia passaram por algo semelhante me dão respostas com argumentos saudáveis.
A maioria atira pedra, julga sem dó nem piedade e não é isso nem disso que preciso.
Entender o ser humano está além de minhas possibilidades no momento. Não todos, mas alguns seres humanos.
E ser entendida está cada vez mais raro de acontecer.
Na verdade, não anda acontecendo.
.
"Você não precisa fingir que é forte
não deve sempre provar que tudo está correndo bem,
não pode se preocupar com o que os outros estão pensando
chore se tiver necessidade
é bom chorar até não sobrar nenhuma lágrima
(pois só então poderá voltar a sorrir)."
Mitsuo Aida

5 comentários:

Cesar Oliveira disse...

Nunca ha como sentri pelo outro. No maximo, compartilhar..MAs a dor é unica..

Nadezhda disse...

Eu tento entender as pessoas. Mas acho que teríamos relações mais saudáveis com os seres humanos se pulássemos essa parte.

;)

Tiago Moreira disse...

A vida quase nunca é tranquila com a gente, e achar interlocução e entendimento é mesmo muito difícil, também pra mim querida, aliás, acho que para todo mundo.

Espero que fiques bem, beijos.

andre gabriel disse...

o importante é cntinuar na estrada, andando, correndo.... beijos

andre gabriel disse...

o importante é cntinuar na estrada, andando, correndo.... beijos