"Sem mais, a vida vai passando no vazio
Estou com tudo a flutuar no rio
esperando a resposta ao que chamo de amor".

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

imagem não é

Sempre que posso imagino coisas...
É um ritual imaginar coisas.
Viver é se imaginar em coisas diversas. Arriscar-se em choros e contratempos mesmo sabendo que a corda não é adequada para o tipo de esporte que pretende fazer.
A ginástica é pesada, as forças pálidas e os joelhos pedem apoio à coluna.
Não adianta. Queremos porque queremos estar no lugar certo com a pessoa errada. E muito errada. Só.
E só vai levando quem tem coragem. A coragem de ver o mar.
"Eu quero ver o mar."

.




6 comentários:

LindaRê disse...

Realmente, só vai levando quem tem coragem...

Bjs~~

Cesar Oliveira disse...

gostei do mar e do blog..

Múcio L Góes disse...

"é doce morrer no mar"

Gisele, poesia no ar... postei ontem, e em 5 dias úteis chega ai.

brigado pelo carinho, viu!

bjo

Múcio L Góes disse...

ontem, nao.. quinta! rs

Nadezhda disse...

"Queremos porque queremos estar no lugar certo com a pessoa errada."

Independente do lugar certo, a pessoa errada nós sempre queremos ;)

Parabéns e obrigada pelos selos ;)

Anônimo disse...

Profundo!
Sim, realmente é sempre bom imaginar, dependendo do que estamos pensando, alivia a alma
Muito bonito o post!

Davi!