"Sem mais, a vida vai passando no vazio
Estou com tudo a flutuar no rio
esperando a resposta ao que chamo de amor".

domingo, 8 de agosto de 2010

"eu sou a dor que sabe esperar." =)
.
é assim, quando a gente nem prevê,
quando tudo parece funcionar,
você reaparece, do nada.
o coração para,
a mente escorrega,
as mãos esfriam,
congelam.
os saberes se entrelaçam
o choro vem mais fácil,
a inspiração passa de novo
passa e vai embora...
ela não permanece
porque ela sabe que há
um descaso do outro lado,
há um menosprezo
que machuca e doi muito.
a música e a poesia
se juntam nem que seja
apenas para recordar:
um amor pra recordar...

2 comentários:

Í.ta** disse...

o amor dói mesmo.

beijo!

Geminiana Doce disse...

Por recordar é re-viver...E amor mal resolvido vai sempre doer!

Gostei do espaço!
Paz e Luz