"Sem mais, a vida vai passando no vazio
Estou com tudo a flutuar no rio
esperando a resposta ao que chamo de amor".

domingo, 19 de julho de 2009

Dúvidas geradoras

.
A condição necessária para não ser um louco ou tampouco pensar em ser um, parece estar em ter uma visão de mundo maior do que já se tem ou que o coletivo tem.
Aparentemente gera conflitos desprendidos do nada e passa a ter proporções erradas e tortuosas. Visando melhoria de vida, cabe a nós pensarmos e refletirmos sobre o que é realmente necessidade básica:
amor?
carinho?
gentileza?
força?
bondade?
sinceridade?
Caminhos que nos levam e nos conduz ao mais alto nível de saber.
E segue-se sabendo.
Ou não.
.
"Amar talvez seja isso...
Descobrir o que o outro fala mesmo quando ele não diz."

3 comentários:

Tiago Moreira disse...

Putz! Muito lindo isso, concordo lenamente.

Ando super em falta por aqui, minha vida está meio louca... trabalhos problemas complicados de família.

Beijos, Atriz.

Pitango disse...

E isso é tão lindo! =)

Abço
Pitango
www.tchubaduba.blogspot.com

Paulo Viggu disse...

Não tem talvez. Amar é isso mesmo. O amor fala assim. Grato por passagem no Riodaqui. Beijo aí - Paulo Viggu