"Sem mais, a vida vai passando no vazio
Estou com tudo a flutuar no rio
esperando a resposta ao que chamo de amor".

domingo, 7 de setembro de 2008

Setembro

Estou apática.
Falo e canto e sorrio mas estou apática.
Estou num mundo que não é meu, numa vida que não sou eu, num momento que não quero.
Não vejo encanto em meu canto, não vejo alma em meus olhos; apenas sequidão e desesperança.
As palavras que falo não digo porque não são reais.
Estou mais atriz do que há alguns anos, talvez porque eu saiba de tanta coisa ou talvez seja porque não sei de nada.
Estou séria não porque quero mas porque preciso. Estar séria e negar tantas coisas é o que tenho que fazer e estou fazendo.
Amo, não nego, digo quando puder.
.
Itanhandu, 07 de setembro de 2008. 19:15

5 comentários:

Nadezhda disse...

Gostei da última frase ;)

Muito!

LindaRê disse...

já me senti assim, mas depois passa.
Vai ver.

Beijos

Serjones disse...

apática, mas profunda.

Flávia disse...

Me lembrou a música do Aerosmith: "there's a hole in my soul"...

Beijos, Gi

Pitango disse...

Que passe logo esta apatia!
Pitango

http://lenfantdeboheme.blogspot.com/