"Sem mais, a vida vai passando no vazio
Estou com tudo a flutuar no rio
esperando a resposta ao que chamo de amor".

quinta-feira, 5 de junho de 2008

O jeito é este e é este o jeito...

Amo Martha Medeiros e hoje fiquei na net praticamente o dia todo. Encontrei um tesouro e quero compartilhar com vcs - Martha tem um jeito muito especial de declarar tudo o que gosto. Me identifico no começo, meio e fim de seus textos e escolhi este porque é bem-humorado e definido...rsss
.
O jeito deles - Martha Medeiros
O que é que faz a gente se apaixonar por alguém? Mistério misterioso. Não é só porque ele é esportista, não é só porque ela é linda, pois há esportistas sem cérebro e lindas idem, e você, que tem um, não vai querer saber de descerebrados. Mas também não basta ser inteligente, por mais que a inteligência esteja bem cotada no mercado. Tem que ser inteligente e... algo mais. O que é este algo mais? Mistério decifrado: é o jeito. A gente se apaixona pelo jeito da pessoa. Não é porque ele cita Camões, não é porque ela tem olhos azuis: é o jeito dele de dizer versos em voz alta como se ele mesmo os tivesse escrito pra nós; é o jeito dela de piscar demorado seus lindos olhos azuis, como se estivesse em câmera lenta. O jeito de caminhar. O jeito de usar a camisa pra fora das calças. O jeito de passar a mão no cabelo. O jeito de suspirar no final das frases. O jeito de beijar. O jeito de sorrir. Vá tentar explicar isso. Pelo meu primeiro namorado, me apaixonei porque ele tinha um jeito de estar nas festas parecendo que não estava, era como se só eu o estivesse enxergando. O segundo namorado me fisgou porque tinha um jeito de morder palitos de fósforo que me deixava louca ok, pode rir. Ele era um cara sofisticado, e por isso mesmo eu vibrava quando baixava nele um caminhoneiro. O terceiro namorado tinha um jeito de olhar que parecia que despia a gente: não as roupas da gente, mas a alma da gente. Logo vi que eu jamais conseguiria esconder algum segredo dele, era como se ele me conhecesse antes mesmo de eu nascer. Por precaução, resolvi casar com o sujeito e mantê-lo por perto. E teve aqueles que não viraram namorados também por causa do jeito: do jeito vulgar de falar, do jeito de rir sempre alto demais e por coisas totalmente sem graça, do jeito rude de tratar os garçons, do jeito mauricinho de se vestir: nunca um desleixo, sempre engomado e perfumado, até na beira da praia. Nenhum defeito nisso. Pode até ser que eu tenha perdido os caras mais sensacionais do universo. Mas o cara mais sensacional do universo e a mulher mais fantástica do planeta nunca irão conquistar você, a não ser que tenham um jeito de ser que você não consiga explicar. Porque esses jeitos que nos encantam não se explicam mesmo.

8 comentários:

Pitango disse...

É bem isso... é o "je ne sais quoi" famoso. =)

Abraço!
Pitango

http://www.lenfantdeboheme.blogspot.com/

Nadezhda disse...

Tem até o jeito que nos irrita, mas que amamos mesmo assim!

Vai entender né. Não dá pra entender o amor ;)

LindaRê disse...

Pior que é assim mesmo.
Sabe o que me encantou no Rafa? O jeito dele me olhar... Acredita?
Ow vida... e eu nao sei de quem é o texto que postei.

Anônimo disse...

é verdade.,., o jeito é foda.,., é ele messssssmo.,., minha querida Martinha acertou.,., akakaka.,., beijo.,.,

Marcelo disse...

Perfeita escolha...é isso mesmo...sei lá jeito de rir, jeito de errar, pegar as coisas...algo meio 9 e meia semanas de amor...amor é assim...não há um texto no dicionário intimo é assim, é assado...na hora a zorra desnorteia tudo mistura as páginas e já foi...PAIXÃO...AMOR!

bjs e bom fds

LindaRê disse...

deixa eu contar que eu nao vou conseguir ir nesse fim de semana pq é aniversario do meu priminho, e nem no proximo pois vai ter festa junina em casa...
:-(

Bjs

Forest disse...

Eu sempre me pergunto isso: por que eu encanto tanto as mulheres?
No meu caso, eu diria que é a falta de jeito. E a falta de modéstia também. Não posso deixar de mencionar o charme do meu nariz avantajado.

Flávia disse...

Tem presentim pra vc lá no blog, frô.

Beijo!